Transformando um número fraco em um encontro

Essa abordagem durou menos de 3 minutos (Veja ela aqui: https://youtu.be/Og4GW7B2IYQ), o que não é tempo suficiente para executar o modelo completo. Isso acontece ás vezes, nesse caso por a garota estar com muita pressa. Em casos como esse geralmente é preciso fazer mais do trabalho pesado pelo jogo do texto.

Eu mando a sonda assim como no meu modelo de jogo de texto – Disponível gratuitamente para download aqui no site – e a resposta dela é mediana, então eu mando uma resposta no mesmo dia, mas uma resposta breve, com a intenção de mandar um pingo no dia seguinte.

Ela sentiu uma queda na minha atenção e começou outra conversa com um teste. Eu passo o teste e testo ela de volta.

Ela se qualifica direitinho e não mando mais nada no primeiro dia.

Eu decidi continuar a conversa focando em atração, com respostas que enfatizam atração (O meu VALOR) em vez de conforto (Minha disposição de INVESTIR). Isso por uma mistura de perfil da garota com o fato de a abordagem ter sido bem curta.

Ela respondeu bem o suficiente então eu tentei criar um pouco de conforto e começar o processo de marcar o encontro. Ela não respondeu e no dia seguinte mandei apenas o ponto de interrogação por assumir que nessa altura do campeonato seria mais apropriado exigir uma resposta que começar uma conversa do zero com um pingo.

Ela responde só no dia seguinte e a resposta é negativa. Não disse quando está livre e falou estar muito ocupada.

Como a resposta dela foi negativa eu decidi voltar para os pingos.

Ela respondeu, eu respondi e silêncio.

Outro pingo e agora ela morde a isca de novo.

Eu não desperdiço tempo, assim que a conversa está positiva e ela está investindo novamente, eu tento marcar o encontro.

A resposta dela não é tão boa quanto poderia ser, mas é melhor do que antes.

O print do texto que mandei foi a definição de musa de um dicionário, o que é uma provocação já que é insinuar que ela deveria saber.

Ela perguntando como que pode saber se estaria segura saindo comigo poderia ser facilmente interpretado como um teste do meu valor mas nesse caso interpretei como um teste de conforto e interpretei certo. O meu palpite – que depois confirmei em pessoa – foi que ela contou a história para as amigas e elas disseram que não era seguro. Agora é hora de mostrar empatia. Observe como eu faço isso ao mesmo tempo em que mantenho minha dominância e sem perder a vibe sexual.

Minha resposta foi tão boa que ela quase se desculpou por ter perguntado. Agora é apenas uma questão de resolver a logística.

No áudio eu expliquei que o bar não era tão próximo do metrô e ofereci carona.

Como eu já previ que os 1.6km do metrô até o bar seriam demais para ela, troquei o local sugerido para um do lado do metrô.

O encontro agora está marcado já que local, dia e hora estão decididos e concordados. Ela reinicia a conversa mandando uma foto dela e construindo conforto comigo, o que é um excelente sinal.

Eu fico no conforto já que o encontro já está marcado e apenas tomo cuidado para manter a vibe sexual.

O encontro é confirmado algumas horas antes.

O encontro acontece e é bem sucedido!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *